A argila é descrita como um mineral de rochas sedimentares composta por grãos bem finos de silicatos de alumínio com óxidos que dão várias tonalidades e propriedades. Este produto natural ganhou notoriedade na área da estética devido sua forte capacidade de absorver e remover toxinas, metais pesados e impurezas, ao mesmo tempo que transferem para a pele diversos minerais e nutrientes benéficos.

O tratamento estético que utiliza a argila é chamado de argiloterapia e pode ser aplicado no rosto, no corpo e até mesmo nos cabelos. Na área facial e corporal o produto natural serve para desinflamar e desintoxicar a pele, enquanto nos cabelos age controlando a oleosidade e caspa do couro cabeludo, além de remover as impurezas dos fios, deixando o cabelo macio, brilhoso e saudável.

Para que a argila seja dissolvida são utilizadas bases como água, gel ou loções tônicas, para tratar a pele. Além disso, esse material orgânico é rico em oligoelementos, como o silício, que participa da reconstrução dos tecidos; o alumínio e zinco, que atuam na cicatrização; ferro, que produz energia e oxigênio para as células, entre outras atribuições.

Propriedades da argila


Entre as mais diversas propriedades, a argila é antioxidante, secativa, adstringente, tensora, reconstrutora, antisséptica e desintoxicante. Por isso, o produto pode ser usado para tratamento de acne, após a limpeza de pele, para melhorar celulite, pois, ativa a circulação sanguínea, para flacidez tissular e seborreia, entre outros usos.

Duração do procedimento


Normalmente, estes tratamentos devem ser feitos 1 vez por semana e a argila deve atuar sobre a pele durante 20 minutos.

Tipos


Argila branca – contém propriedades cicatrizantes e antisséptica, que promovem a regeneração, limpeza e cicatrização da pele. Este tipo de argila é bastante recomendado para o tratamento da acne ou para o clareamento da pele, melhorando também a circulação sanguínea.

Argila Verde ou Cinza: ricas em silício e zinco, apresenta propriedades adstringentes e purificadoras. Por esse motivo, são indicadas para controlar a oleosidade, purificar a pele e tratamento da acne, como se fosse um peeling natural. No corpo, elas ajudam a melhorar a elasticidade da pele e a combater a celulite.

Argila Vermelha: rica em óxido de ferro, e por essa razão é recomendada para o tratamento da vermelhidão e rubor facial. Apresenta propriedades tensoras, e uma ação que regula o fluxo sanguíneo e vascular. Quando aplicada no corpo, esta argila ajuda a reduzir a flacidez e a ativar a microcirculação. Esta argila também possui ação antiestresse e ajuda a reduzir os efeitos do envelhecimento.

Argila amarela: possui bastante silício e potássio, além de propriedades que remineralizam o colágeno da pele. Por isso, age nutrindo a pele em profundidade, ajudando na reconstituição celular e combatendo o envelhecimento da pele. É ótima para remover impurezas e purificar a pele, sendo muito indicada para pele oleosa.

Argila Roxa: rica em magnésio, é ideal para melhorar o aspecto da pele, dando uma aparência mais jovem e radiante para a pele. Possui uma ação iônica, estimulante e nutritiva, sendo usada na eliminação de toxinas, impurezas do corpo e para nutrição da pele. Esta argila também pode ser utilizada como esfoliante.


A argiloterapia pode ser feita por profissionais da área de estética, como fisioterapeutas dermatofuncionais e esteticistas. O tratamento também pode ser feito em casa, conforme a orientação desses especialistas.

Portanto, se você atua como fisioterapeuta e deseja ampliar seu conhecimento na área de estética e melhorar suas habilidades, saiba que o Incursos conta com a especialização em Saúde Estética Interdisciplinar Avançada. Esta pós-graduação possui o módulo de Terapias Manuais em Estética Facial; e vários outros, saiba mais e faça a sua matrícula. Seja um (a) especialista no assunto e se destaque no mercado de trabalho.



Fonte: eCycle, Tua Saúde e Minha Vida

Imagem: 123RF