O profissional da fisioterapia que tem seu próprio negócio em muitos casos não sabe como gerenciar de forma eficaz e reter mais pacientes para sua clínica. Essa má administração faz com que diversos erros sejam cometidos levando a prejuízos financeiros e atrapalhando o desempenho da empresa. Dessa forma, certas atitudes devem ser tomadas para que o estabelecimento se mantenha bem no mercado.


Nesse sentido, várias áreas e atividades de uma empresa precisam ser devidamente administradas, tais como: prestação dos serviços e atendimentos; finanças e fluxo de caixa; gestão da equipe; marketing e divulgação do negócio; relacionamento com clientes e pacientes; registro de atendimentos e prontuário; agenda da equipe; organização de informações e processos; limpeza e organização do ambiente.

Confira os principais erros cometidos na gestão de clínicas, consultórios e negócios de saúde, que você deve evitar.

Realizar um mau atendimento inicial e na recepção da empresa


Aquela expressão que diz "a primeira impressão é a que fica" é muito válida e merece atenção. Por exemplo, quando um cliente entra em contato ou visita a sua clínica, essa é a primeira interação com a sua empresa e ser bem atendido irá contribuir muito na percepção de qualidade e satisfação com os serviços prestados na clínica. Caso a secretária atenda este cliente de forma grossa ou insensível, essa impressão será levada para todas as demais interações que ele tiver com sua clínica.

Além disso, ao prestar serviços na área de saúde, podem haver pacientes idosos, crianças ou pessoas com limitações motoras, por isso, é necessário avaliar a situação e necessidades de cada paciente e oferecer a eles as melhores condições de conforto e relacionamento possível.

O atendimento na recepção e via telefone, WhatsApp e redes sociais deve ser sempre amigável e prestativo. Fazendo com que o paciente se sinta confortável e crie empatia com a clínica e os profissionais.


Para que todo o atendimento e a primeira impressão seja boa é importante manter um bom clima organizacional, em que os funcionários tenham um excelente relacionamento interpessoal e estejam satisfeitos e confortáveis. Caso haja situações de estresse entre os colaboradores o ideal é conversar com toda a equipe para identificar o que está acontecendo e solucionar o problema o quanto antes.

Misturar as finanças pessoais com o caixa do negócio


Esse é um erro muito frequente de empresários e gestores, e pode comprometer a situação financeira da clínica e até o futuro do negócio. Isso porque, ao misturar suas contas pessoais com as do consultório, fica difícil ter uma visão clara do fluxo de caixa e identificar o volume de receitas e despesas que realmente estão ocorrendo. Também não dá para saber se a empresa está com resultado positivo e negativo, o que impede a percepção de problemas a tempo de serem solucionados.

Outro problema é que dessa maneira possivelmente o proprietário do estabelecimento terá problemas fiscais e contábeis, já que no movimento financeiro do negócio é preciso documentar todas as receitas e despesas.


Não investir no relacionamento com clientes / pacientes


Um erro grave é quando a clínica como um todo ou alguns profissionais que atuam no estabelecimento não dão a devida atenção ao relacionamento com os pacientes. É essencial ter uma comunicação ativa e um bom relacionamento pra garantir a fidelização dos pacientes.

Para além dos profissionais competentes e serviços de qualidade, os clientes buscam pessoas que realmente se importam com seu bem-estar e qualidade de vida. Tendo em vista essa necessidade, a dica é orientar os profissionais a realizarem um atendimento mais humanizado, focado em entender o perfil e os problemas dos pacientes.


Outra recomendação é manter uma comunicação ativa com os clientes. Isso pode ser feito enviando conteúdos relevantes com dicas de saúde e exercícios, mensagens de aniversário, pesquisa de satisfação e sugestões de melhorias, lembretes de necessidade de novos serviços ou procedimentos, por exemplo.

Não investir em novidades e qualificação profissional


Os campos de atuação relacionados a Fisioterapia têm crescido muito nos últimos anos e a tendência é continuar crescendo, já que cada vez mais as pessoas buscam por benefícios pessoais ligados a saúde, beleza e bem-estar.

Junto com esse desenvolvimento, surgem novas técnicas de tratamentos, métodos, procedimentos e aparelhos tecnológicos inovadores.

Sendo assim, para acompanhar as novidades, não ficar para trás em relação a concorrentes e oferecer aos seus clientes novidades e serviços inovadores, é necessário realizar qualificações constantes e investir em equipamentos modernos e de qualidade.

A consequência de não investir no aperfeiçoamento e em equipamentos, é que sua clínica pode ficar defasada rapidamente e perder espaço para a concorrência.

Não utilizar um bom software de gestão na organização dos processos e informações


Ter um sistema de gestão moderno e de qualidade facilita grande parte das atividades da sua clínica e torna o trabalho do proprietário e da sua equipe muito mais organizado e produtivo. Atualmente, não faz sentido usar agendas em papel, registrar atendimentos e prontuários em arquivos, por exemplo.

Sistemas para clínicas e consultórios também costuma ser acessíveis em relação a investimento financeiro, considerando todos os benefícios gerados. Para escolher o melhor software administrativo para o seu negócio liste as suas necessidades e pesquise as opções disponíveis no mercado, comparando as funcionalidades disponíveis, benefícios e o investimento necessário.


Para clínicas de Fisioterapia, consultórios, studios de pilates e clínicas de estética, o ideal é utilizar softwares especializados na área, que atendem exigências legais das entidades regulamentadoras e possuem recursos adequados as peculiaridades do seu negócio.

Deixar de investir em marketing


É importante lembrar que o marketing está em quase todos os pontos da sua clínica, desde a apresentação da marca, na fachada e no ambiente interno, passando pela forma que os profissionais atendem os clientes, até anúncios feitos em rádios e jornais ou eventos organizados pela sua clínica.

Nesse sentido, ações de marketing e divulgação da empresa faz com que clientes sejam atraídos para a clínica e fidelizados. E todas ações de marketing devem estar alinhadas com a estratégia e posicionamento da sua clínica no seu mercado de atuação. Por exemplo, se o seu público é feminino, tente se comunicar de forma mais sutil e delicada ou então se o seu público é de alto padrão, utilize toques de classe de modernidade no ambiente da sua clínica, por exemplo.

Por isso, é preciso estar ciente que a partir do marketing será formado a percepção que o mercado e seus clientes têm em relação a sua clínica, consultório e profissionais da equipe. Além disso, ao executar as ações de marketing, busque se posicionar conforme a estratégia do seu negócio e destaque seus diferenciais, como serviços que só sua clínica oferece, qualificação dos profissionais, equipamentos que apenas seu consultório possui, facilidades no pagamento, localização privilegiada, conforto no ambiente, entre tantos outros diferenciais possíveis.

No entanto, estabelecer o marketing na empresa pode demandar alto investimento financeiro. Sendo assim é importante prever esses gastos dentro do planejamento financeiro e sempre avaliar os resultados de cada campanha.

Para auxiliar nesse quesito, é possível usar a tecnologia e internet a seu favor. Por meio das redes sociais, com um perfil corporativo no Facebook e no Instagram, dá para alcançar e se comunicar com seu público facilmente.

Negligenciar as exigências legais da área


Todas áreas regulamentadas, assim como a Fisioterapia, possuem um conjunto de regras e exigências para profissionais e empresas do setor. Portanto, é necessário verificar junto ao Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) e no seu conselho regional de Fisioterapia, todas as obrigações que devem ser atendidas.

Entre essas exigências pode-se citar: desempenho de atividades por profissionais devidamente registrados; utilização de equipamentos e métodos reconhecidos e registrados nas entidades competentes; atendimento adequado e registro de avaliações e evoluções conforme padrões existentes; manutenção do prontuário eletrônico organizado e acessível; utilização do termo de consentimento em atendimentos; entre várias outras regras que existem, dependendo das atividades da sua clínica.

O fato de não atender essas obrigações, o profissional da fisioterapia e o seu negócio ficam sujeitos a multas, que podem atingir valores significativos, dependendo das infrações cometidas.


Se você se enquadra como um (a) profissional da fisioterapia que possui seu próprio negócio, mas tem dificuldades de gerir sua própria empresa, esse é o momento certo para começar seu MBA em Empreendedorismo, Gestão e Inovação no Incursos. Aprofunde seu conhecimento, se torne um (a) especialista no assunto e veja seu estabelecimento crescer e se destacar no mercado.



Fonte: Sou Fisio

Imagem: Envato Elements