A fisioterapia assim como outras áreas possui um leque de possibilidades e técnicas de atuação. Apesar da maioria das pessoas conhecerem os métodos convencionais que buscam a reabilitação e a qualidade de vida das pessoas, existe a fisioterapia estética ou como também é chamada fisioterapia dermatofuncional. Nesse quesito, os profissionais utilizam recursos fisioterapêuticos para realizar tratamentos estéticos.


Na fisioterapia estética o profissional pode atuar tanto com tratamentos faciais quanto corporais. No entanto, para que o (a) fisioterapeuta desenvolva esses procedimentos estéticos é necessário uma preparação na área estética como por exemplo, uma especialização na área. Essa necessidade de se especializar tem como objetivo maior evitar possíveis problemas ou danos irreparáveis à saúde do paciente.


Sendo assim, confira quais são os principais procedimentos que podem ser realizados dentro da fisioterapia estética:

Massoterapia


Esse procedimento consiste em aplicar de forma manual ou por meio de aparelhos manobras e massagens no tecido corporal. Essas massagens especializadas têm por objetivo levar conforto, relaxamento e tratar dores específicas.


Esse tipo de massagem especializada promove efeitos que levam a desencadear funções que são estimulantes, podendo influenciar nos estados fisiológicos, psicológicos e físicos do organismo do paciente. A massoterapia é uma ótima técnica, mas, antes de qualquer sessão é preciso ser realizado uma consulta ou exame específico, e levar em consideração a idade do paciente.

Eletroterapia


Essa técnica trabalha com o uso de correntes elétricas dentro da área terapêutica. Os aparelhos de eletroterapia utilizam uma intensidade de corrente mais baixa, são miliamperes e microamperes, que são aplicados sobre a área que deve ser tratada. Os eletrodos são aplicados diretamente sobre a pele da paciente e o organismo será o condutor. Na eletroterapia deve-se considerar parâmetros como: resistência, intensidade, voltagem, potência e condutividade.

Há uma variedade de correntes que podem ser usadas no tratamento de eletroterapia, cada uma dentro da sua particularidade em relação às indicações e contraindicações. Entretanto, o objetivo de todas elas são o mesmo: produzir algum efeito no tecido a ser tratado, que é obtido através das reações físicas, biológicas e fisiológicas que o tecido desenvolve ao ser submetido à terapia.


Ultrassom


O ultrassom é um recurso terapêutico que utiliza ondas ultrassônicas que em contato com o tecido promove efeitos biofísicos. O procedimento pode ser realizado em conjunto ou não de cosméticos específicos. Quando não se utiliza cosméticos é indicado para o tratamento de fibro edema gelóide, as conhecidas celulite, pois, proporciona um aquecimento e uma micromassagem no tecido, com isso ajuda a reduzir os nódulos.


Já o tratamento de ultrassom acompanhados de cosméticos específicos, é chamado de fonoforese funciona como uma mesoterapia só que sem agulhas. Ajuda na penetração do produto no tecido e pode ser recomendado para os casos de gordura localizada ou celulite.


Drenagem linfática


É uma massagem realizada para eliminar o inchaço, ajudar a combater a celulite e gorduras localizadas, desintoxicar o organismo e ativar o sistema imunológico. A drenagem linfática tem o intuito de estimular uma rede complexa de vasos que movem fluidos pelo corpo, chamada de sistema linfático, possibilitando o trabalho de forma mais acelerada. Como resultado o organismo elimina de forma mais rápida líquidos e toxinas.


Peeling


Procedimento feito para amenizar marcas e manchas na pele, além de ajudar na redução de manchas, rugas, acnes e estrias. O processo realizado objetiva remover as células mortas e suavizar as mudanças decorrentes do envelhecimento da pele, contribuindo para um aspecto mais saudável e na melhora da aparência. Além disso, é um procedimento abrasivo, no qual, remove uma fina camada da pele, mas, essa camada se regenera e recebe um aspecto novo devido as células que foram estimuladas a se reproduzir.


Endermologia


Realizado por meio de um aparelho que faz a sucção da pele através de rolamentos, promovendo o deslocamento dos tecidos, estimulando a circulação local, aumento da oxigenação do tecido, favorecendo à diminuição da fibrose ocasionadas em cirurgias plásticas e na celulite, auxiliando também na redução de medidas.

Eletrolipólise


Assim como na eletroterapia é usado corrente elétrica, mas, na eletrolipólise o uso é bidirecional de baixa frequência para reduzir a gordura localizada. A eletricidade é realizada afim de estimular a lipólise, processo de quebra de gordura, provocando mudanças fisiológicas nas células adiposas e aumentando seu metabolismo, acelerando o gasto calórico. Ela também incrementa o fluxo sanguíneo, melhorando a circulação no local tratado.

Se você atua na área da fisioterapia e deseja ampliar seu conhecimento em fisioterapia estética, comece sua especialização em Estética Funcional "Tendências e Harmonização Facial e Corporal" no Instituto Monte Pascoal. Faça a diferença e se torne referência no mercado de trabalho.



Fonte: Sou Fisio

Imagem: 123RF