A fisioterapia assim como qualquer profissão exige certas competências, pois, além de ter conhecimento sobre o corpo humano e diferentes técnicas de tratamento para todos os casos possíveis em cada área, esses profissionais também precisam ter boa habilidade de relacionamento com seus pacientes. Por isso, confira quais são as cinco principais características para que o fisioterapeuta consiga executar uma boa carreira profissional.


1- Comunicação


Grande parte das atividades de um fisioterapeuta envolve comunicação com os pacientes, desde o levantamento de informações até orientações em relação ao tratamento ou exercícios necessários. O fisioterapeuta tem o papel de explicar a importância das atividades a serem desenvolvidas nos atendimentos e os benefícios que as atividades irão causar para a recuperação dentro do tratamento.

Além disso, o comprometimento dos pacientes é relevante para o sucesso do tratamento em boa parte dos casos atendidos na fisioterapia, para isso o profissional precisa ter uma boa capacidade de argumentação e persuasão. Para que possa gerar no paciente esse comprometimento necessário para o sucesso do tratamento.

2- Busca de novos conhecimentos


O profissional da fisioterapia deve estar sempre atualizado em relação aos novos métodos de tratamento que estão sendo realizados e quais os resultados gerados. Também é importante saber identificar fontes confiáveis para pesquisas e referência.

Buscar qualificação em cursos e especializações também é importante. Claro que essa busca de conhecimento depende muito da área de atuação do fisioterapeuta, mas o recomendado é optar por instituições que sejam referência nas áreas dos cursos oferecidos e que tenham instrutores com grande prática e reconhecidos por seu histórico de trabalho.

3- Saber trabalhar em equipe


Por mais que muitos fisioterapeutas trabalhem de maneira independente é necessário saber se relacionar com outros profissionais. Principalmente em relação a troca de informações dos pacientes, o que pode acontecer com outros fisioterapeutas ou com profissionais de outras áreas, como médicos ou enfermeiros.

Nos casos em que o profissional atua em alguma clínica ou ambiente coletivo, a importância do trabalho deve ser redobrada. O convívio saudável e a troca de informações com outros profissionais são fundamentais e contribuem para o melhor desempenho de todas as funções.

4- Ter comportamento empreendedor


Além do comportamento de empreendedor vale considerar a disposição ou capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços, negócios. Sendo assim, no cotidiano do fisioterapeuta, ter iniciativa, comprometimento, capacidade de organização, boa gestão do tempo e tantas outras habilidades, é fundamental para conseguir alcançar bons resultados em tratamentos e atendimentos prestados aos pacientes.

Ter um perfil empreendedor também vai ajudar no desenvolvimento da carreira, onde o profissional pode conquistar novas posições como fisioterapeuta ou até mesmo ser bem sucedido em um negócio próprio como uma clínica. Nesse sentido a Fisioterapia tem muitas áreas de atuação que vêm crescendo continuamente e há inúmeras oportunidades de negócio para fisioterapeutas que queiram criar um negócio próprio.

Saber tirar bom proveito da tecnologia


A tecnologia se faz presente em todas as áreas de atuação, incluindo a fisioterapia. Frequentemente surgem novos métodos de tratamento e novos equipamentos que melhoram a qualidade dos atendimentos. Estar à frente na utilização desses métodos pode ser um diferencial para o fisioterapeuta, por isso é importante que hospitais, clínicas e fisioterapeutas acompanhem as novidades que a tecnologia oferece e invistam em inovação para disponibilizar ao mercado e aos seus clientes o que há de melhor e mais atualizado dentro da área que atuam.

Por isso, além das aptidões técnicas de um fisioterapeuta, alcançar sucesso na carreira não é necessário somente esforço e dedicação, é preciso diversas habilidades comportamentais para que as conquistas sejam alcançadas. No entanto, vale lembrar que, em primeiro lugar, deve estar sempre o paciente, ele é o propósito maior do trabalho do fisioterapeuta, onde a busca de qualidade nos atendimentos e foco nos resultados deve sempre ser o objetivo maior.


Se você é fisioterapeuta e quer ampliar suas competências, aprimorar seu conhecimento e se posicionar melhor no mercado de trabalho, comece sua especialização na Incursos. São várias especializações para você escolher qual lhe agrada mais e assim fazer a diferença no mercado de trabalho.



Fonte: Sou Fisio

Imagem: Envato Elements