A Hipotonia é uma patologia caracterizada principalmente pela diminuição do tônus muscular, e pode ser causada por diversos fatores, como condições genéticas, causas nutricionais, problema de formação cerebral, distúrbios musculares, entre outros. Ela pode ser considerada congênita, onde é verificada logo após o nascimento da criança, ou adquirida, onde é desenvolvida e diagnosticada ao longo dos anos.

Entre as causas de hipotonia relacionadas à genética, cita-se:

- Síndrome de Down
- Síndrome de Prader-Willi
- Doença de Tay-Sachs
-Síndrome de Williams
- Atrofia muscular espinhal
- Doença de Charcot-Marie-Tooth
- Doenças do tecido conjuntivo

Nas causas relacionadas à nutrição:

- Raquitismo
- Desnutrição

Causas que envolvem o cérebro:

- Ferimento de cérebro e medula espinhal
- Infecções graves do cérebro e suas partes
- Kernicterus

Causas de hipotonia ao nascimento:

- Prematuridade de recém-nascidos
- Hipotireoidismo
- Sepse-Infecção severa no recém-nascido

Nos casos de crianças em seus primeiros anos de vida (Hipotonia congênita), o diagnóstico é facilmente perceptível, já que elas apresentam poucos movimentos dos membros, em relação às outras crianças. A princípio, os bebês normalmente flexionam os cotovelos e joelhos e se movimentam muito, já os hipotônicos possuem comportamento totalmente diferente, e se assemelham a "bonecos de pano", ou seja, dificilmente mexem seus braços e pernas e mudam suas cabeças de posição.

O primeiro passo em um tratamento para a Hipotonia é o exame físico, onde estarão inclusos exames mais detalhados do sistema nervoso e da função muscular. É comum também que profissionais de outras áreas, além da fisioterapia, participem do processo de diagnóstico, para que os distúrbios sejam encontrados mais facilmente. Dependendo do distúrbio, estabelece-se o tratamento mais adequado, podendo este ser contínuo.

A Fisioterapia Pediátrica para crianças com Hipotonia é essencial na busca da melhora do tônus muscular. Dessa forma, o profissional atuará para que futuras contraturas sejam evitadas. O fisioterapeuta trabalha na postura e coordenação do paciente, fortalecendo ao redor das articulações e da extremidade, para proporcionar maior estabilidade e suporte.


Fontes de conteúdo: News Medical, Central da Fisioterapia

Fonte de imagem: Google